BMX – O que preciso para começar?

andar-de-bicicleta

Para quem quer começar a praticar BMX ou Bicicross é preciso saber logo de cara que este esporte é verdadeiramente radical. Assim como a maioria dos esportes desta vertente é composto por manobras com saltos superaltos e giros que, se não encaixados, podem causar um acidente grave.

Mas para os amantes de adrenalina esse é o esporte ideal! Com milhares de praticantes no Brasil, o BMX passou de hobby a esporte olímpico com competições específicas e regras próprias. Antes de mais nada você precisa saber que o BMX é divido em duas vertentes: o Race (corrida) e o Freestyle (conjunto de manobras apresentadas num estilo livre). O Freestyle é um estilo bastante amplo e foi subdividido em outras modalidades dentro da mesma vertente. Ele se subdivide em Street, Park, Dirt Jump, Vertical e Flatland. Leia o texto: BMX: O guia ideal para você que é iniciante no esporte, para conhecer mais sobre cada estilo.

Bicicleta especial

O primeiro passo antes de ingressar na modalidade é comprar uma bike para BMX. Para praticar o BMX existem bicicletas desenvolvidas especialmente para otimizar a realização das manobras. Elas são menores que as convencionais e podem facilmente serem confundidas com bicicletas infantis. Essas bikes têm aro 20 ou 24 e algumas especificações, como tamanho do guidão, quadro e pneus, podem variar de acordo com o peso e a altura do ciclista.

Acessórios

Depois de adquirir a bike ideal própria para BMX é a fase de comprar os acessórios do rider. Os objetos básicos são os fundamentais para a prática deste esporte. Não se esqueça dos capacetes ciclismo, eles são fechados e foram desenvolvidos especialmente para este esporte.

Roupa

É recomendável utilizar uma camiseta de manga longa, ao estilo “goleiro”. O tipo de camiseta adequado para a prática do ciclismo é a feita de um tecido especial com design anatômico, proporcionando conforto total durante o treino. As calças, sempre compridas, precisam ser de um tecido grosso como abrigo ou jeans flexíveis. Essa peça não pode ser muito larga para evitar que o tecido enrosque na corrente da bike e rasgue, podendo até mesmo causar uma queda.

Proteções

Para a segurança e resguardo da integridade física do praticante do BMX é necessário o uso de algumas proteções individuais. Acessórios como luvas, caneleiras, joelheiras e cotoveleiras são recomendados. Procure sempre proteções de boa qualidade que proporcionam mais confiança e durabilidade.

As luvas devem ser boa aderência para que o rider se sinta seguro para realizar as manobras que envolvem o guidão. As caneleiras podem ser de alto impacto específicas para o BMX de perfil fino para ser usada tranquilamente por baixo da calça. É importante que as joelheiras e cotoveleiras tenham revestimento interno e preenchimento reforçado para aguentar as pancadas de possíveis quedas,

No BMX predominantemente se utilizam tênis para fazer os rolês. Inicialmente é permitido utilizar qualquer tipo de tênis, mas conforme as preferências de pista e estilo vão aparecendo, é possível encontrar um calçado específico para a modalidade escolhida.

E então, está pronto para encarar um rolê de BMX?  Compartilhe nos comentários suas novas experiências!24

2 comentários em “BMX – O que preciso para começar?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima