Receba dicas grátis!

Conheça as 4 rotas para motociclismo mais incríveis da América

Se você é daqueles que curtem atravessar regiões novas e contemplar paisagens maravilhosas enquanto pilota sua motocicleta, vale a pena conferir as dicas deste post!

A América, conhecida como Novo Mundo, é um continente que oferece várias opções de rotas para os motociclistas.

Veja 4 rotas para motociclismo em terras americanas e programe-se já para visitá-las!

1. A Rodovia Interoceânica: uma rota relativamente recente e muito alta

A Rodovia Interoceânica teve seu início em 2002, sendo que a inauguração oficial da ponte que liga o Acre ao Peru foi realizada em 2006. A parte brasileira foi inaugurada no ano de 2007. Em 2010, o trecho peruano da rodovia foi pavimentado e pode ser usado.

Essa rodovia envolve, portanto, Peru e Brasil, mas também inclui a Bolívia.

Também é chamada de Estrada do Pacífico. O trecho da rota em nosso país é denominado de BR 317. No Peru, costumam chamá-la de Carretera Internacional.

Embora as obras sejam relativamente recentes, a estrada oferece boas condições de percurso para o motociclista, inclusive oferecendo boa sinalização. É preciso somente ter cuidado com alguns animais que transitam livremente e com possíveis tonturas causadas pela densidade do ar.

Atualmente, ela é a Mais Alta Rodovia Pavimentada do Mundo (título que pertencia à Estrada de Karakoram, que liga a China ao Paquistão), com seus 4.735 metros de altitude.

2. A Rota 23: entre desertos e montanhas

A Rota 23 localiza-se no norte do Chile, apresentando aproximadamente 311 km de extensão. Ela atravessa as seguintes regiões: Calama, Antofagasta, San Pedro de Atacama, Toconao, Salar de Atacama e Paso de Sico (trecho montanhoso que limita com a Argentina).rotas para motociclismo

Apesar de a maior parte da rodovia estar pavimentada, existe um trecho sem pavimentação (de Socairo até a fronteira). Com relação à altitude, ela também é muito alta com seus 4.580 metros. Existem áreas sem nenhuma ocupação humana, somente com deserto, montanhas e paisagem desolada, além de reservas e áreas de preservação nacional.

Há muitas paisagens bonitas para contemplar, mas convém preparar sua moto e levar o material necessário para o caso de danos e a necessidade de manutenção no veículo. Prepare roupas adequadas também, pois o Chile oferece temperaturas amenas no verão, mas no inverno pode oferecer temperaturas muito baixas (- 12º C).

3. A Rota 40: um cartão postal para os motociclistas

A Rota 40 localiza-se na Argentina, sendo a estrada mais extensa do país. Também é uma das rotas para motociclismo mais longas e mais movimentadas da América. De Cabo Virgenes a Quiaca (fronteira com a Bolívia), ela abrange uma extensão de 5.301 km.

Ela oferece paisagens deslumbrantes e inesquecíveis e corre paralela à Cordilheira dos Andes, atravessando aproximadamente 20 parques nacionais.

A Rota 40 faz uma integração de norte a sul do país argentino.

4. A Rota 66: a mais famosa de todas as rotas para motociclismo

Entre as rotas para motociclismo, não podíamos deixar de citar a Rota 66, nos Estados Unidos, considerada a Número 1 pelos pilotos.

Essa rota atravessa os estados de Missouri, Kansas, Oklahoma, Texas, Novo México e Arizona. Possui uma extensão de 3.969 km, ligando o meio oeste à costa leste dos EUA. Também conecta Chicago a Los Angeles.

Desde 1985 que a 66 foi substituída por várias interestaduais, mas a rota continua sendo um prato cheio para os motociclistas, que nunca deixam de visitá-la. Atravessar a rota 66 é fazer uma viagem na história, ao período em que os Estados Unidos passavam pela fase conhecida como “Grande Depressão Americana”.

Já conhece alguma dessas rotas para motociclismo situadas na América? Gostaria de deixar outra dica? Faça seu comentário e enriqueça o post!

Adicionar comentário