Receba dicas grátis!

Saiba com qual frequência trocar o óleo lubrificante de sua moto

A troca de óleos lubrificantes é essencial na garantia de uma boa manutenção para sua moto, mas muitos donos têm dúvidas sobre o motivo para essa troca e quando fazê-la. Apesar disso, respeitar a frequência certa de troca irá garantir uma vida útil maior para o motor da sua moto além de evitar o aparecimento de problemas relacionados. Assim, saiba com qual frequência trocar o óleo lubrificante de sua moto e entenda mais sobre o assunto!

Qual a função do óleo lubrificante?

Como o próprio nome sugere, o óleo lubrificante de sua moto tem como principal função lubrificar o motor da sua moto. Com a aplicação e troca correta, o óleo lubrificante reduz o atrito ocasionado pelo funcionamento do motor, mantendo sua potência e resistência ao penetrar em todas as peças e garantir sua limpeza. Logo, o uso do óleo lubrificante de sua moto aumenta sua vida útil.

A importância da troca dos óleos lubrificantes

Os óleos lubrificantes possuem viscosidades diferentes e cada fabricante indica o tipo certo para manter as qualidades do motor segundo o modelo da moto. Com o uso da sua moto, a viscosidade do óleo lubrificante de sua moto começa a ser comprometida por entrar em contato com pequenas partículas que podem ser liberadas pelo motor e por combustível.

Assim, a lubrificação do motor passa a ser feita de maneira incorreta, podendo ocorrer até mesmo o desgaste da peça. Por causa de fenômeno é que é importante que seja feita a troca dos óleos lubrificantes das motos para proteger o motor.

Com qual frequência trocar os óleos lubrificantes

Cada fabricante tem sua indicação de frequência para a troca do óleo lubrificante de sua moto e por isso é importante ter atenção ao seu tipo de moto. No caso das motos recém compradas com 0 km rodados é indicado fazer a troca do óleo assim que alcançar os 1.000 km rodados. Após essa troca, normalmente a indicação é fazer novamente após 3.000 km.

Para quem usa bastante a moto, principalmente em terreno desregular onde exige-se mais tração do motor, é ainda mais importante ficar de olho na indicação de quilômetros rodados para fazer a troca na hora certa.

Outro ponto também deve ser observado para saber quando fazer a troca: a validade do óleo. Isso é importante para quem não usa muito a moto e não pode se guiar pelos quilômetros rodados, além de ser a indicação para quando a moto fica muito tempo parada. A validade do óleo é de seis meses e após esse período ele deve ser trocado ou ele pode acabar desgastando o motor.

Por que respeitar a frequência de troca?

Respeitar a frequência de troca do óleo lubrificante de sua moto é de extrema importância para cuidar do motor da sua moto, fazendo com que ele esteja sempre como novo. Além disso, observar o intervalo de troca é importante para evitar o gasto desnecessário de dinheiro, já que muitos pilotos acabam fazendo a troca a cada 1.000 km rodados quando a moto não é mais zerada por indicação errada de mecânicos.

A troca desnecessária também causa agressão ao meio ambiente já que o óleo lubrificante não é biodegradável. A troca fora do intervalo correto ainda pode causar a mistura de óleos com viscosidade diferente, comprometendo sua eficácia e o motor.

Saber com qual frequência trocar óleos lubrificantes de sua moto é importante para garantir a potência do motor, aumentando sua vida útil. Por isso, não abra mão de fazer a troca de forma correta e aproveite os benefícios. Restou alguma dúvida? Deixe nos comentários.

Adicionar comentário