Receba dicas grátis!

Quanto mais grosso o pneu da moto, maior a aderência: verdade ou mito?

Os amantes de motos, principalmente os que tornam dessa paixão um esporte, preocupam-se muito com o nível de aderência do pneu da moto. A aderência é uma propriedade física que se caracteriza pela união de duas superfícies em contato uma com a outra. Dessa forma, a aderência confere maior estabilidade ao veículo, permitindo maior segurança nos diferentes movimentos e, de modo especial, nas curvas. Mas, a grossura dos pneus interfere no grau de aderência? Ou será que isso é apenas um mito? Leia o post e tire suas dúvidas!

Os tipos de aderência

Como já foi dito, para compreender melhor como funciona a aderência, é preciso conhecer um pouco de física. A aderência dos pneus pode variar de um a 10, dependendo de fatores como:

  • Tipo e largura do pneu da moto;
  • Desenho e qualidade de revestimento do piso;
  • Condições climáticas.

Vê-se, portanto, que a aderência está relacionada a fatores diferentes que devem ser analisados em conjunto no momento de avaliar o seu nível.

Grossura do pneu da moto, piso molhado e aderência

Considere o seguinte cenário: moto sobre piso molhado, que é um dos mais preocupantes para o motociclista. É preciso levar em conta a capacidade de aderência do pneu da moto, bem como o nível de evacuação de água. Recomenda-se o uso de pneus com os desenhos do piso, geralmente em formato de V. É preciso ainda adaptar o tamanho desses desenhos à largura do pneu. Isso favorece o escoamento da água, mas prejudica um pouco a aderência devido a uma faixa de rolamento mais estreita.

Conforme a potência da moto e o tamanho dos pneus, é necessário cuidados tanto nas linhas retas quanto nas curvas. Geralmente, quanto mais grossos os pneus, maiores deverão ser os cuidados em dias de chuva.

Grossura do pneu da moto, piso seco e aderência

Nesse caso, a largura do pneu da moto vai influir em conformidade com a potência do motor: se o motor da moto é muito potente, uma boa grossura vai ajudar. Os especialistas recomendam o uso de pneus lisos e mais largos, que permitam aumentar a aderência e a faixa de rolamento. Com a faixa de rolamento ampliada, a moto terá, em curvas e acelerações, uma união mais profunda no contato com o solo.

O pneu mais largo oferece, de fato, uma maior área de contato com o solo, favorecendo maior aderência. Por exemplo, as motos esportivas têm pneus mais largos que as de trilha e baixa cilindrada. Entretanto, existem outros fatores a serem considerados. É necessário considerar a grossura em relação com a potência e estrutura da moto, o tipo de piso, as condições do clima e outras características do pneu, como diâmetro e desenhos. Além disso, é preciso relacionar a aderência com fatores como calibragem, que contribuem para reduzir ou ampliar o contato com o solo.

O que pensa da relação entre grossura do pneu da moto e aderência? O que sua experiência com motos tem mostrado? Deixe seu comentário sobre o post!

Adicionar comentário