Receba dicas grátis!

Quando é a hora de trocar de capacete de moto?

Todo equipamento tem seu tempo de vida útil. O bom uso pode conservar o equipamento por um tempo ainda maior. Mas, cedo ou tarde, chegará o momento de comprar outro.

Com o capacete ocorre o mesmo. É necessário tomar os cuidados necessário à sua conservação, evitando que ele venha a sofrer pancadas desnecessárias e riscos. Um dia, contudo, você terá que trocá-lo.

Leia o post e fique sabendo qual a hora certa para trocar o capacete de moto!

O tempo máximo de uso sugerido pelo fabricante

De acordo com a maioria dos fabricantes, o tempo máximo para usar um capacete de moto é de três anos. Passado esse tempo, o motociclista deveria comprar outro. Na parte interna do capacete, vem essa informação, que serve como alerta para o usuário.

No entanto, não é legal a cobrança de multa caso o motociclista esteja usando um equipamento com mais de três anos. Essa questão vem gerando certas controvérsias. Alguns agentes da lei, baseando-se talvez no que diz o inciso V do artigo 2º da Resolução nº 453/2013 (e em outras normas), consideram que seja infração dirigir moto com capacete com mais de três anos.

Nesse inciso, diz que é proibido dirigir com o equipamento se ele apresentar algum tipo de dano ou avaria (capacete inadequado para uso). Os motociclistas questionam a cobrança de multa alegando que, se o equipamento tiver mais de três anos, mas estiver em boas condições, não está sendo cometida nenhuma infração.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) não estabelece nenhum tipo de penalidade para os motociclistas que usarem capacetes com mais de três anos, não se manifesta a respeito do assunto “validade do capacete”.

As condições que exigem um novo capacete de moto

O principal motivo para você comprar outro capacete de moto é um impacto, provocado por uma queda, por exemplo. Se o equipamento se chocou diretamente com o chão, o melhor é trocá-lo, pois provavelmente apresentará avarias. Se ele chocar com outro veículo, principalmente veículos maiores que a moto (como carros, ônibus), também é recomendável trocá-lo.

É interessante reparar que o impacto não precisa ser tão violento. Se o capacete cair de uma altura de um metro e meio, por exemplo, o ideal é trocá-lo. Por isso, sempre compre capacetes novos — nada de equipamentos usados. Se você dirigir com capacetes “remendados”, estará infringindo a Resolução nº 453/2013 e poderá sofrer multas pecuniárias.

A importância dos materiais

A matéria-prima usada para confeccionar capacetes conta muito em relação à sua durabilidade e, portanto, influi na vida útil do produto. A duração média de um capacete feito de resina de termoplástico ou de policarbonato é de três a cinco anos.

Confeccionado com um material muito resistente e durável, o capacete de moto pode ter uma vida funcional de até 10 anos, mesmo que a estimativa de sua vida útil seja menor. Depende do estado de conservação. A falta de impactos pode deixar o produto em ótimas condições durante anos.

Os capacetes feitos a partir de matéria-prima mais durável tendem a desgastar mais no interior, ou seja, o forro pode ficar em péssimo estado devido ao uso constante do equipamento. No entanto, se o forro for removível (a maioria dos produtos modernos tem forração removível), você pode simplesmente trocar o forro e manter o casco.

Desse modo, um capacete de moto feito de material durável oferece um ótimo custo-benefício e pode durar muitos anos.

Quanto anos tem seu capacete de moto? Mais de três anos? Está bem conservado? Deixe seu comentário e compartilhe suas ideias com outros motociclistas aqui no blog.

Adicionar comentário