Receba dicas grátis!

Manutenção preventiva da moto: quando e como fazer

Você é do tipo que cuida da moto para evitar problemas ou espera virar um problema para cuidar da moto? Se você respondeu a última opção, saiba que está perdendo dinheiro e correndo riscos.

Pois, além de não ser nada seguro, quando você espera o aparecimento de sintomas, o conserto fica mais caro e a mecânica de moto pode acabar comprometida. Confira algumas dicas de como fazer a manutenção preventiva da moto.

Verifique a bateria

Você também tem o hábito de ligar a moto com o farol ligado? Pois é, esse é um costume muito comum entre os condutores. O problema é que essa não é uma mania inofensiva, pois provoca desgaste da bateria e, por consequência, reduz sua vida útil.

Fique de olho nos sinais que indicam a presença de problema. Alguns dos mais comuns são: o motor girando devagar durante a partida elétrica; e a moto morrendo mesmo em marcha lenta. É melhor se prevenir para não acabar com a moto parada em plena rodovia movimentada ou, ainda, no meio de uma estrada deserta.

Lubrifique a corrente

Esquecer de lubrificar a corrente pode custar caro. Afinal, a exposição ao sol, à poeira e à chuva pode fazer com que a corrente se rompa ou enrosque na roda, provocando eventuais acidentes.

Para saber qual a periodicidade em que essa lubrificação deve ser feita, verifique no manual da moto. Mas, na maioria dos casos, recomenda-se limpar e lubrificar a corrente, no mínimo, a cada 500 quilômetros rodados.

Mantenha os pneus calibrados

Você espera sentir os pneus murchos para, só então, pensar em calibrá-los? Saiba que essa não é a melhor forma de lidar com eles. Fazer a calibragem regularmente ajuda a estender a vida útil dos pneus e ajuda você a economizar com manutenção.

Mas qual a frequência ideal para calibrar os pneus? Segundo especialistas, de 15 em 15 dias é um bom número. É claro que essa periodicidade pode variar de acordo com o uso da moto, mas a calibração quinzenal funciona como regra geral. Na dúvida, consulte o manual do fabricante ou vá até um profissional especializado. Outra dica muito importante: na hora de calibrar, certifique-se que os pneus estejam frios. O aquecimento provoca o aumento da pressão.

Confira regularmente o óleo

Quando foi feita a última troca de óleo da sua moto? Respeite os prazos recomendados pelo fabricante. Afinal, a falta de atenção em relação à troca do óleo lubrificante pode fazer com que peças estraguem e o prejuízo pode ser alto.

Para saber qual o lubrificante ideal para a sua moto e a frequência em que essa troca de óleo deve ser feita, não hesite em consultar o manual.

Verifique os filtros

Para evitar gastos maiores, a verificação dos filtros também deve ser feita regularmente, de forma preventiva. Quais os filtros que devem ser verificados durante a manutenção preventiva da moto? Filtro de combustível, filtro de óleo e filtro de ar.

Afinal, todos eles possuem a função de evitar que a poeira e os resíduos, em geral, fiquem circulando pelo motor. Quando os filtros estão muito gastos ou sujos, esse papel fica comprometido. Por isso, confira o estado em que estão e não permita que a sujeira entre e faça a festa, certo?!

Agora que você já sabe quais são os pontos que merecem uma manutenção preventiva da moto regularmente, fique de olho! Evite que a mecânica da moto seja danificada por descuido. Além de garantir um percurso seguro, você fica longe de gastos maiores.

Agora que você já sabe como e quando fazer a manutenção preventiva da moto, acesse o site do Zelão e confira as melhores peças e acessórios!

Adicionar comentário