Receba dicas grátis!

Corrente da moto: como saber se a corrente está folgada ou esticada demais?

A corrente faz parte do sistema secundário de transmissão da moto, juntamente com o pinhão e a coroa, sendo um acessório muito importante para que a motocicleta tenha um bom desempenho nas pistas ou trilhas, dentro ou fora da cidade. É fundamental fazer a manutenção dessa peça, lubrificando-a periodicamente e mantendo-a bem ajustada na motocicleta.

Se a corrente da moto ficar folgada ou se ela ficar esticada demais, os resultados nunca serão plenamente satisfatórios. Mas como identificar? Veja as dicas deste post!

A tensão da corrente da moto na medida certa

Entre os motociclistas, o ato de regular a tensão da corrente da motocicleta é conhecido como “esticar” a corrente. É necessário aplicar a folga adequada de acordo com o modelo da moto, seguindo as instruções fornecidas pela empresa fabricante no manual do proprietário.

Manter a corrente com a tensão correta ajuda a conservar o sistema de transmissão e otimizar a transmissão da força motriz para a roda.

Cada tipo de moto tem sua folga específica

Vale destacar também que cada modelo de moto tem uma folga específica. Nas motocicletas off road, por exemplo, a folga da corrente da moto sempre é maior que nas motos de outros tipos.

Ou melhor, ela possui menos tensão. Devido à finalidade das motos off road, uma tensão muito intensa atrapalharia o desempenho e aumentaria as chances de provocar um acidente.

O período de inspeção

Os mecânicos e as empresas fabricantes recomendam que, a cada 250 a 350 km percorridos, a conferência deve ser realizada a depender de qual é o tipo de moto.

O ideal é que, antes de cada viagem, o motociclista verifique se a corrente da moto está folgada.

Como fazer a medição da tensão

Para verificar a tensão e ver se a corrente está muito esticada ou folgada, é necessário seguir alguns passos:

  1. coloque a motocicleta em ponto morto no descanso lateral;
  2. observe a folga no ponto médio entre as rodas dentadas (se o modelo tiver tensor de corrente, libere o tensor antes);
  3. libere a porca do eixo de trás até que a roda possa ser deslocada;
  4. libere a contra porca do ajustador e corrija a folga rodando a porca ou o parafuso de ajuste (nos ajustadores “caracol”, rode as placas de ajuste);
  5. no ajustador, existe uma escala que indica a posição correta de ajuste, ou seja, a escala de ajuste precisa estar na mesma posição em ambos os lados;
  6. depois do ajuste, aperte novamente a porca do eixo até atingir o torque especificado;
  7. verifique, mais uma vez, a folga da corrente e aperte a contra porca dos ajustadores
  8. ajuste a folga do pedal do freio de trás (esse procedimento é desnecessário se o freio for a disco);
  9. ajuste o ponto de atuação do interruptor da lâmpada do freio de trás.

Se, depois de fazer o ajuste da folga, o motociclista perceber que a marca de alinhamento alcançou seu limite, é necessário substituir o conjunto, ou seja: a corrente, o pinhão e a coroa. A mudança do conjunto evita que peças novas se desgastem antes do tempo.

Os cuidados com a tensão da corrente de moto

No caso de a posição de ajuste ser diferente, a roda de trás estará desalinhada, aumentando os riscos de causar danos aos pneus, à corrente e à roda dentada. Em função do deslocamento da suspensão durante o trajeto, os centros da coroa e do pinhão apresentam distanciamentos variáveis entre um e outro.

Deve existir uma quantidade mínima de folga aceitável no momento em que os centros do pinhão e da coroa se apresentarem com um distanciamento maior. Se não existir esse mínimo de folga, quer dizer que a corrente está esticada além dos limites. Alguns motociclistas preferem fazer a verificação da tensão da corrente montados sobre a motocicleta, já que o peso deles pode ser relevante.

A corrente da moto não pode ficar muito esticada, nem muito folgada, seguindo os padrões recomendados pela fábrica (geralmente dados em milímetros). Confira o manual do proprietário para os ajustes certos.

E você, o que achou deste post? Agora que já aprendeu a saber se a corrente está folgada ou esticada demais, acesse o site Zelão e confira as opções de kits coroa/pinhão/corrente!

Adicionar comentário