Receba dicas grátis!

Como conservar sua moto e garantir sua tranquilidade

Como conservar sua moto e garantir sua tranquilidade

Andar de moto é sempre uma nova aventura e rodar quilômetros e quilômetros por aí com a motoca é sinônimo de cuidados especiais. Por isso assim que escolher o próximo destino fique bem atento às recomendações a seguir para evitar que uma bela viagem se transforme numa dor de cabeça das grandes. A conservação da moto se dá através de uma simples sequência de revisões que você mesmo pode fazer.

Limpeza não é frescura

Se você quer curtir sua moto por muitos anos um dos fatores primordiais é a limpeza do veículo. A vida sobre duas rodas é divertidíssima, mas a sujeira ao final do dia é visível.

Procure manter sua moto sempre limpa, lavando com água e sabão. As manchas de graxa e óleo podem ser retiradas facilmente com água e querosene.  Não se esqueça de que a corrente também deve ser lavada e lubrificada, garantindo assim o bom funcionamento da moto.

Revisões

Não deixe de fazer as revisões necessárias. Preferencialmente realize as revisões nas datas recomendadas pelo fabricante para que as manutenções e ajustes sejam realizados no tempo certo. Se você tiver alguma dúvida, o pessoal da nossa oficina pode te ajudar

Confira frequentemente a parte elétrica da moto. Verifique o funcionamento do farol e lanterna, seta e vela, além do cachimbo do cabo de vela e a bateria. Dê atenção especial para a bateria, considerada o órgão principal do sistema elétrico da moto, por isso é recomendável que de seis em seis meses seja observado o nível da água nesta peça.

A conferência periódica do nível de óleo do motor é tão importante quanto a troca do filtro.

Atenção com os pneus

O componente mais esquecido na hora de inspecionar o veículo é o pneu da moto. É necessário calibrar os pneus frequentemente, sobretudo os da roda traseira, que devem ter uma calibragem um pouco maior caso o piloto tenha andado durante muito tempo sozinho e rodará com garupa nos próximos dias. Ao notar qualquer tipo de corte, bolha ou desgaste no pneu tome providências imediatas para não ficar na mão no caminho.

Freios, quem vive sem eles?

Só de imaginar o estrago que a falta de freios pode causar já dá vontade de ir correndo para a oficina. A atenção com este mecanismo da moto deve ser redobrada.

Lubrifique sempre a corrente, pois ela é peça-chave na transmissão do comando para a roda de trás. Se você pegou uma chuva no meio do caminho, lembre-se: lubrifique a corrente novamente.

Um bom abrigo

Fatores naturais exercem total influência na conservação da sua moto. Não deixe de mantê-la sempre estacionada em lugares cobertos, longe da ação do clima. Evite deixar sua moto na chuva ou debaixo de sol excessivo.

Agora você já está preparado para manter sua moto novinha em folha pelos próximos anos. Gostou das dicas? Compartilhe sua opinião nos comentários.

Adicionar comentário