Receba dicas grátis!

Capacete infantil: 5 dicas para escolher o melhor capacete para crianças

O capacete para crianças é um item de grande importância, seja para usar em motos, esportivas ou não, seja para usar em bicicletas. Desde pequena, a criança precisa se habituar ao uso correto do capacete, considerando que se trata de um equipamento que protege a sua cabeça e pode evitar acidentes graves.

Não sabe qual capacete vale a pena que seu filho leve para casa? Veja abaixo 5 dicas para você escolher o melhor capacete infantil!

1. Fique atento ao tamanho

Tal como ocorre com motociclistas adultos, o capacete deve ser do tamanho certo para a criança. Para não errar na hora de escolher o número, pegue a fita métrica e passe em volta do crânio da criança, acima das sobrancelhas.

O tamanho extrapequeno é considerado o ideal para crianças, variando entre os números 47 a 50 cm. O tamanho pequeno alcança os valores entre 51 a 55 cm. Esses valores referem-se ao diâmetro da cabeça.

No caso de não ter o número exato equivalente ao diâmetro da cabeça da criança, pode-se escolher o número menor, que fique mais justo — com o tempo e o uso, o equipamento se alargará mais.

2. Confira o sistema de travamento

O sistema de travamento impede que o capacete caia da cabeça da criança. Isso se torna ainda mais relevante quando se tratam de competições, em que é necessário guiar a velocidades mais altas.

Um dos sistemas mais eficazes é o sistema duplo com travamento em D, que está presente na linha Action, da marca IMS.

3. Verifique a durabilidade do material

Quanto mais durável e resistente o material, mais seguro será o capacete infantil. A matéria-prima usada na confecção do produto deve garantir que ele suporte impactos de diferentes intensidades.

Considere, por exemplo, o material que é usado em um capacete para crianças do tipo street, confeccionado pela renomada marca LS2. O casco é produzido em resina termoplástica HPTT. A viseira é de policarbonato que resiste ao risco. A resina termoplástica consiste em um polímero artificial que pode ser moldado a elevadas temperaturas.

Outros capacetes são injetados em ABS, que também é outro material de elevada resistência.

4. Escolha o capacete infantil conforme o uso que se fará dele

Para facilitar, as empresas fabricantes costumam produzir equipamentos específicos conforme a categoria de moto, ou seja, capacetes street para motos street, capacetes off road para motos off road. Ainda nesse contexto, existem capacetes infantis abertos e fechados.

5. Confirme se o capacete possui certificação do INMETRO e da NBR

Todos os requisitos de segurança devem ser considerados antes de você comprar o capacete infantil para seu filho, sobrinho ou neto.

Uma importante certificação é a Portaria 456 do INMETRO. Também é importante que o equipamento possua o selo 333 do INMETRO. A Portaria 456 do INMETRO define, entre outras coisas, os Requisitos de Avaliação da Conformidade (RAC).

Já o selo 333 do INMETRO (resultado da Portaria 333 do INMETRO) é obrigatório para assegurar que o produto submeteu-se e foi aprovado em relação aos os Requisitos de Avaliação de Conformidade. O selo 333 precisa ficar visível aos consumidores e não pode ser retirado.

O certificado NBR 7471 também faz diferença na hora da compra de um produto seguro. Trata-se de uma norma que determina a metodologia para construir o capacete de proteção para as pessoas que andam de motos e veículos similares.

O capacete para criança é indispensável e não há segredos em sua escolha. A prioridade é garantir que a criança guie o veículo com total segurança.

Você já segue essas dicas quando vai escolher capacete infantil? Seu filho gosta de praticar um esporte sobre duas rodas? Ou você prefere que ele ande somente de bike? Faça seu comentário e compartilhe suas ideias aqui no blog.

Adicionar comentário