Receba dicas grátis!

Capacete fechado ou aberto: qual usar?

O capacete é um item essencial e de uso obrigatório para qualquer motociclista, já que ele cumpre um papel importante. Este item garante segurança em diversas situações em que o piloto está exposto diariamente nas vias, como objetos lançados por outro carro, insetos e, obviamente, acidentes.

Por isso, a escolha do capacete deve ser feita com cuidado, pois seja o capacete fechado ou aberto, a segurança deve vir sempre em primeiro lugar.

Outro fator importante é estar dentro da lei, já que cada tipo de deve estar regulamentado por um determinado conjunto de regras, com a função de proteger a vida de quem pilota e também a de outros motoristas e pedestres.

Se está com dúvida sobre qual modelo usar, este artigo é para você. Leia todas as dicas até o final e saiba qual é o seu capacete ideal.

Como eu devo escolher entre um capacete fechado ou aberto

A primeira coisa a se observar, segundo recomendação do Detran, é que todo capacete, fechado ou aberto, deve ter o selo de qualidade do Inmetro, autarquia federal brasileira que verifica e certifica que o produto foi aprovado nos testes de segurança da categoria.

Uma vez que o selo esteja presente, você pode começar a procurar o modelo que mais lhe agrada baseado no seu comportamento e estilo de uso.

O segundo passo é ficar dentro da lei. O órgão regulador do trânsito esclarece:

  • Capacetes modulares precisam estar com a queixeira e a viseira abaixadas enquanto a moto está em movimento;
  • Capacetes integrais, ou os tradicionais—totalmente fechados —, também precisam estar com a viseira abaixada quando a moto estiver em movimento;
  • Capacetes mistos, cuja viseira e queixeira possam ser removidas, e os capacetes abertos precisam dos óculos de proteção específicos para moto durante o deslocamento nas vias e estradas.

Além disso, as viseiras também podem causar infrações quando não estiverem adequadas com a situação. Durante o dia são permitidos os seguintes tipos: cristal, fumê light, fumê e metalizado. Já no período da noite apenas o cristal é permitido pelo código brasileiro de trânsito.

Escolhendo o melhor capacete para seu perfil

É claro que a escolha do capacete vai muito além da segurança e certificações do Inmetro. Com muitos modelos, formatos e cores disponíveis, você precisa entender qual a situação de uso e, após isso, comprar aquele que mais lhe pareça adequado

Portanto, se o deslocamento diário for constante, procure usar um capacete que ofereça a maior proteção possível. Nesse caso, os modelos totalmente fechados ou modulares são os mais adequados para sua segurança.

Em contrapartida, se as suas saídas de motos são ocasionais e você não vai se aventurar em lugares mais radicais e perigosos, os capacetes mistos ou abertos são uma boa escolha. Principalmente nos dias mais quentes e em locais como praias, montanhas e áreas rurais.

Outro item importante durante a escolha do capacete fechado ou aberto é considerar o tipo da sua moto. Os modelos “estradeiros” combinam muito com capacetes abertos, já motos do tipo cross ficam bem com capacetes abertos de motocross.

Quanto melhor a pesquisa, melhor a compra

A compra do capacete é sempre um item pessoal, no fim das contas. Portanto, não deixe de analisar diferentes estilos e formatos, só assim você poderá fazer uma escolha assertiva a respeito do que mais lhe agrada.

Seja um capacete fechado ou aberto, o que importa mesmo é não colocar a sua vida e a de outras pessoas em risco. Lembre-se disso!

E você, gostou do post? Então aproveite a visita em nosso blog e veja como mediar a cabeça para descobrir o tamanho certo do capacete!

Adicionar comentário