Receba dicas grátis!

4 dicas para andar de bicicleta com mais segurança

A bicicleta é um transporte que, de modo geral, é simples e fácil de usar. Exige basicamente equilíbrio motor do condutor e atenção durante o percurso. Por outro lado, é um transporte que não proporciona tanta segurança, principalmente para usar em cidades grandes — com trânsito movimentado e perigoso.

Um simples desequilíbrio pode levar o ciclista ao chão e, ainda que não seja nada grave, ele pode receber alguns arranhões ou até torções nos membros superiores ou inferiores.

Seja como for, é importante dirigir a sua bike com prudência. Abaixo, listamos 4 dicas para andar de bicicleta com mais segurança. Descubra se você já segue algumas delas.

1. Use o capacete e outros equipamentos de segurança

O capacete não deve ser usado apenas pelos que andam de moto — os ciclistas também devem usá-lo como equipamento de segurança. Seu uso não é obrigatório, mas certamente é importante. Dependendo da gravidade do eventual acidente, a cabeça pode sofrer um impacto violento.

Além do capacete, priorize outros equipamentos. Faça uso de luvas, joelheiras, cotoveleiras, óculos de proteção, calçados apropriados e roupa adequada. Na bicicleta, use a iluminação piscante, que serve de alerta para outros condutores, principalmente à noite e em tempos de chuva.

Basicamente, os riscos que um condutor de bicicleta corre são os mesmos que o motociclista corre, sendo que os níveis de riscos são maiores para o segundo — já que a moto é um veículo com motor e pode alcançar velocidades bem maiores.

2. Evite andar de bicicleta na contramão

Alguns ciclistas não conseguem compreender que a bicicleta, sendo um veículo, deve respeitar as leis de trânsito. Elas valem para todos os outros veículos com motor, como moto, automóvel, caminhão, ônibus, etc.

Dessa forma, eles entram na contramão achando que não estão fazendo nada de errado. Mas é um erro muito grave, que pode até custar sua vida ou afetar terceiros. Geralmente, quando atravessam a rua, os pedestres costumam olhar principalmente para o lado em que transitam os carros e as motos, ou seja, para o lado certo. Se uma bicicleta vem na contramão, as chances de acidentes são muitas.

E isso pode ser muito pior. Circulando na contramão, o ciclista pode trombar com uma moto, um automóvel ou um veículo maior, ou seja, os estragos poderão ser bem piores.

3. Mantenha-se longe das portas dos carros

Muitas vezes, o motorista de um carro, observando no retrovisor do veículo, procura outro carro. No entanto, não atenta para a aproximação de um veículo menos evidente, como a bicicleta. Isso ainda é mais comum durante a noite.

Por isso, recomenda-se ao ciclista manter certa distância das portas dos automóveis para evitar receber um golpe de porta e ir ao chão. Já que não é possível ter certeza de que existe alguém dentro do carro e saber se ele vai abrir a porta em determinado momento.

Logo, o ideal é afastar-se das portas dos automóveis. Como se vê, a iluminação piscante ajuda muito nesse sentido, pois avisa o motorista do carro sobre a aproximação do veículo.

4. Evite os trânsitos congestionados

O mais recomendável é andar de bicicleta em locais mais calmos, sem muitos veículos motorizados. Não adianta comparar sua bicicleta com um automóvel ou um caminhão — os riscos que você corre são bem maiores.

Muitas cidades, desejando organizar melhor o trânsito, criam ciclovias. Esse é o lugar mais seguro para você andar de bicicleta. Estará se deslocando com veículos da mesma natureza do seu. Existem pedestres que andam pelas ciclovias, mas é errado. Os pedestres devem caminhar pela calçada, deixando o espaço reservado às bicicletas apenas para o trânsito delas.

Em muitas áreas verdes, por exemplo, existem ciclovias ou espaços para as bicicletas transitarem com maior segurança para os ciclistas e para as outras pessoas.

Ao guiar corretamente a bicicleta, você evitará acidentes e conflitos com pedestres e motoristas de carros, bem como evitará problemas com a lei.

E então? Já segue algumas dessas dicas quando vai andar de bicicleta? Faça seu comentário aqui no blog.

Adicionar comentário