Receba dicas grátis!

5 erros que você comete nas trilhas de motocross e não sabia

erros que você comete nas trilhas de motocross

Pilotos de motocross devem ter muitas habilidades para guiar nas trilhas. Os caminhos podem ser muito difíceis e é preciso contar também com um veículo bem equipado. Sem uma moto preparada, o piloto não vai longe.

Claro que um piloto não é perfeito e naturalmente erra. Mas, é bom aprender com as falhas para evitar erros, não é?

Veja a seguir cinco erros que você comete nas trilhas de motocross e não sabia!

1. Não ajustar a moto

Um dos erros que você comete nas trilhas de motocross, que é muito comum, é o de não ajustar adequadamente a moto. Se a moto não fica bem ajustada, tudo pode se transformar em bagunça.

Confira os principais itens que devem ser ajustados de acordo com seu perfil de piloto, seu peso, as condições da trilha e do tempo:

2. Usar muita potência

Uma boa potência é um requisito importante para qualquer piloto de motocross. Mas, exagerar nela pode ser um risco e até atrapalhar. Use somente a potência para atravessar os obstáculos, correr e fazer suas manobras.

Muitos pilotos que usam motos 450cc ainda têm o hábito de trocar ponteiras de escape, cdi e outras coisas para aumentar a potência – no entanto, essas motos costumam apresentar mais potência do que a maioria dos pilotos consegue usar.

Esse é mais um dos erros que você comete nas trilhas de motocross sem saber, achando que está fazendo a coisa certa.

3. Não fazer curvas corretamente

Por mais estranho que possa parecer, existem muitos pilotos de motocross que, apesar de muitos anos pilotando, ainda não sabem fazer curvas direito. Eles costumam usar técnicas ultrapassadas.

O recomendável atualmente é aproximar-se da curva diminuindo até atingir a marcha adequada para entrar, acelerar e sair da curva acelerando com motor cheio.

Mais importante que a linha escolhida para fazer a curva é o modo como faz a curva e como usa o acelerador. Quanto mais suave, melhor.

4. Não soltar a embreagem

Usar a embreagem exageradamente também é outros dos erros que você comete nas trilhas de motocross sem perceber. Não fique “grudado” demais na embreagem, procure modificar seus hábitos e verá como seu desempenho será melhor.

Os praticantes de motocross têm o costume de, ao fazer curvas, agarrar a embreagem e sair derrapando. Procure ser mais hábil e tirar melhor proveito de sua moto: ao invés de usar a embreagem, use o freio motor.

5. Não ficar em pé pode ser um dos erros que você comete nas trilhas de motocross

Muitos pilotos não ficam em pé na moto tempo suficiente ou não conseguem ter “pegada” na moto com os joelhos. Faça melhor uso do veículo e de seu corpo. Lembre-se da lenda do centauro, da mitologia grega? Diziam os gregos que o centauro era dividido em duas partes distintas: da cintura para cima, era homem; da cintura para baixo, era cavalo. Na verdade, isso era um simbolismo para representar a integração que deve existir entre o cavaleiro e seu cavalo.

O seu “cavalo” é sua moto. Portanto, procure integrar-se ao máximo com ela. Seu corpo deve estar dividido em duas partes e a parte inferior deve estar bem integrada com o veículo, fazer parte dela. Mantenha o dedão do pé sempre apontando para dentro – assim, todas as vezes em que você dobrar seu joelho, eles ficarão “grudados” no tanque da moto naturalmente.

O que pensa sobre esses erros que você comete nas trilhas de motocross? Quais deles você comete com mais frequência?

Adicionar comentário