Receba dicas grátis!

5 dicas para pilotar moto em dias de chuva

Pilotar embaixo de chuva, certamente, não é uma boa coisa! Sem a proteção necessária, o motociclista pode ficar doente e ainda correr o risco de sofrer graves acidentes. As pistas ficam escorregadias, a visualização fica comprometida, certos locais ficam inacessíveis (estradas de terra, por exemplo).

Para pilotar nas vias urbanas, nas rodovias ou em trilhas fora do asfalto, a chuva sempre causa dificuldades de locomoção. As altas velocidades são, definitivamente, uma causa de acidentes que podem ser fatais.

Pensando nisso, vamos dar algumas dicas para pilotar moto em dias de chuva. Confira as 5 sugestões do post!

1. Proteja-se

Essa dica é para você proteger seu próprio corpo contra a chuva. Assim, é fundamental contar com roupas e calçados adequados. Em relação aos calçados, você pode usar botas ou botinas. Calça e camisa de tecido mais quente e pouco absorventes também são recomendadas.

Mas a jaqueta ou capa de chuva ainda é mais importante — ela deve ser de material impermeável e resistente. Algumas vêm com faixa luminosa que ajudam os outros motoristas a visualizarem o motociclista, principalmente em noites de chuva.

Os óculos ajudarão a proteger os olhos da chuva (eles não servem apenas para proteção contra a radiação solar). O capacete, como sempre, é indispensável. Luvas também são fundamentais para melhorar o grip, já que as manoplas ficam molhadas e escorregadias.

2. Use faróis e setas

Você deve pilotar moto em dias de chuva intensa com os faróis acesos. Eles são um sinal para os outros motoristas e também para melhorar a visibilidade do próprio piloto. Um dia de chuva pode ficar muito escuro, dificultando a visualização de obstáculos e de outros veículos. O próprio barulho da chuva pode tornar mais difícil escutar a aproximação de outras motos e de carros, grandes ou pequenos.

As setas são uma forma de comunicação básica para evitar colisões. Se, nos dias de sol, elas já são indispensáveis, imagine se estiver caindo uma chuva pesada. Use sempre a seta quando for entrar em alguma esquina.

3. Evite ultrapassagens

As ultrapassagens já podem ser perigosas em dias sem chuva. Durante um pé d’água, arriscar-se em ultrapassagens pode ser uma atitude muito ousada e perigosa — principalmente se for feita de modo imprudente.

Nas subidas em rodovias, as ultrapassagens em dias de chuva podem mesmo resultar em acidentes fatais.

4. Mantenha sempre alguma distância dos outros veículos

Ao pilotar moto em dias de chuva, os cuidados devem ser redobrados. Nunca fique muito próximo da traseira de outro veículo. Lembre-se de que a moto é um meio de transporte bastante vulnerável, e uma pancada um pouco mais forte já pode comprometer sua estabilidade.

Por isso, é importante acender os faróis em luz baixa para enxergar melhor a movimentação à sua frente, mantendo sempre uma distância segura dos carros e até de outras motos.

Se os veículos forem pesados, aí é que você deve ser mais precavido e ficar longe de seus para-choques. Lembre-se que fazer manobras rápidas para se livrar de uma pancada enquanto chove e em pisos molhados é mais complicado.

5. Use o freio com prudência

O freio é fundamental para garantir mais segurança ao piloto. Em dias chuvosos, no entanto, acionar o freio bruscamente pode resultar em quedas violentas.

Em pontos onde existe muita água acumulada, a frenagem brusca pode levar a motocicleta ao chão, já que o chão molhado não favorece a rápida tração do pneus, ou seja, o atrito com o solo é bem menor.

Para pilotar moto em dias de chuva, você precisa ser realmente um bom condutor e agir com prudência, sempre precavido! Mas, com certeza, com as 5 dicas deste post, essa ação será muito mais segura!

O texto lhe foi útil? Aproveite para compartilhar este post nas redes sociais e esclarecer outros pilotos sobre o assunto.

Adicionar comentário