Receba dicas grátis!

5 coisas que todo motociclista odeia

motociclista odeia

Quando falamos em motociclistas, algumas imagens vêm rapidamente à cabeça. As estradas longas, o rock n`roll, as trilhas desafiadoras e o espírito fraternal dos grupos de amigos. Apesar de todas essas coisas serem extremamente positivas, quem ama andar de moto não está imune às coisas chatas da vida.

Se você vive com um motociclista, ou faz parte de um grupo de amigos que compartilha esta paixão, esse texto é para você. Conheça agora as 5 coisas que todo motociclista odeia.

Mania de limpeza com a moto

É claro que é importante limpar a moto, principalmente depois das trilhas, afinal de contas o excesso de barro pode acabar estragando a moto. Mas não existe nada mais irritante que um motociclista que se incomoda com a sujeira enquanto faz a trilha. Esse é o momento de aproveitar a aventura e deixar tudo se sujar para que nenhuma experiência seja perdida. Por isso, deixe a flanela de lado, não fique com mania de limpeza e lave a moto só depois que a atividade for encerrada.

Comentários preconceituosos e maldosos

Ninguém gosta de comentários preconceituosos e maldosos. Mas todo motociclista odeia ser visto como uma pessoa do mal. Existe um estigma muito forte que vem das gangues de motociclistas que são, inclusive, muito retratadas pelo cinema. Essa é, definitivamente, uma ideia errada sobre os motociclistas. Não é porque uma pessoa anda em um veículo de duas rodas que ela tem uma índole duvidosa.

Motociclista odeia tempo de oficina

A manutenção das motocicletas é fundamental para que trilhas, estradas e novos lugares sejam explorados sem problemas. Mas, inevitavelmente, alguma coisa pode acontecer, levando a moto direto para a oficina. E não tem nada que o motociclista odeia mais do que deixar sua moto para ser arrumada e ficar sem ela por alguns dias, principalmente se esse período for durante os fins de semana.

Comentários excessivos sobre acidentes

Fale a verdade: quantas vezes você já ouviu de outras pessoas que andar de moto é extremamente perigoso? Essa é uma das coisas mais chatas que um motociclista pode ouvir. É só revelar a sua paixão para alguém começar a lembrar de números, estatísticas e até relatos de acidentes gravíssimos envolvendo motos. A verdade é que todo veículo está sujeito a acidentes, ninguém participa de um acidente voluntariamente ou provoca um por querer. E, acima de tudo, existem formas de preveni-los e se proteger, como os capacetes.

Uma idade para parar de andar de moto

Um amor verdadeiro dura por toda a vida. Esse é o caso de várias coisas, inclusive motos. Ou seja, o motociclista odeia ouvir que vai precisar parar de andar de moto quando ficar velho. Ou pior, que já está velho demais para fazer isso. Definitivamente não existe idade limite para andar de moto ou para continuar amando essa modalidade. A única pessoa que pode decidir isso é o próprio motociclista.

O amor pelas motos é um sentimento inexplicável. Basta sentar nela e sentir o vento pela primeira vez para o coração bater mais forte. Basicamente, o motociclista odeia perder a sua liberdade ou ouvir comentários desagradáveis. Se você já passou por alguma dessas situações ou gostaria de incrementar essa lista com mais algum tópico, comenta aqui embaixo. Vamos, juntos, acabar de uma vez por todas com o preconceito sobre as motocicletas!

Adicionar comentário