Receba dicas grátis!

4 cuidados para andar de moto à noite

Andar de moto à noite está entre as aventuras prediletas de muitos motociclistas. Isso porque há diversos benefícios, como uma temperatura mais amena, efeitos visuais da iluminação e, claro, um lindo céu estrelado. No geral, a sensação de liberdade é incrível!

No entanto, como as ruas estão mais escuras, os riscos costumam ser maiores. Mas isso não é problema, pois basta tomar algumas precauções. Neste post, confira 4 cuidados para andar de moto durante a noite com tranquilidade!

1. Tome muito cuidado com os assaltos

Este é um dos mais importantes cuidados que você deve ter ao andar de moto ao anoitecer. O perigo é, na verdade, generalizado. Não importa se você só pilota dentro da cidade ou cruza alguma rodovia. Ou, ainda, se a sua cidade é uma metrópole ou uma simples cidade interiorana — o perigo de ser assaltado sempre existe.

Hoje, muito assaltantes roubam em plena luz do dia. Durante a noite, há ainda maiores facilidades para eles. Logo, é aconselhável evitar trechos com má fama, que todos sabem ser perigosos, restringindo seu passeio a locais mais movimentados e que tenham de maior segurança. Evite viajar à noite, pois certamente os perigos se multiplicam.

Se você trabalha à noite e deve fazer entregas, avalie as regiões para onde está indo. É importante conhecer o cliente e saber se ele é de confiança. Se você presta serviços de transporte de passageiros, evite atender chamados para locais muito distantes e de pessoas que você não conhece.

2. Reduza a velocidade sempre

Quando for andar de moto, lembre-se de que sua visão fica mais limitada durante a noite. Um simples buraco na estrada pode causar um acidente, bem como um quebra-molas ou lombada.

Se, em determinado trecho, a velocidade máxima permitida é de 50 ou 100 km/h, reduza para 40 ou 80/90 km/h. A menor velocidade ajuda a visualizar placas de alerta que podem ficar “ocultas” nas sombras durante a noite. Essas placas podem avisar sobre trechos em construção, curvas fechadas, quebra-molas e assim por diante.

Se estiver chovendo, a velocidade deve ser ainda menor, pois a visibilidade ficará ainda mais prejudicada.

3. Seja cuidadoso com a iluminação da motocicleta

Na escuridão da noite, a iluminação pode ser um grande diferencial para evitar um acidente. Por isso, mantenha sempre o farol regulado — em algumas motos é um procedimento muito simples. Fique atento ao fato de que as lentes dos faróis não são simétricas, espalhando a iluminação mais para o lado direito que para o esquerdo. Não é uma falha — portanto, não modifique essa característica.

Além do farol, é importante verificar a lanterna de trás e conferir que ela não está queimada, sendo que também a lâmpada do freio precisa estar em boas condições. Em relação aos piscas, sempre que um deles queima, o outro assume um comportamento padrão: permanece sempre aceso ou apaga.

4. Atente para o ofuscamento ao andar de moto à noite

O ofuscamento acontece quando a luz de outra motocicleta incide sobre seus olhos, deixando-o temporariamente “cego”. Isso ocorre porque a pupila se contrai, demorando aproximadamente 1,5 a 2 segundos para voltar ao seu tamanho normal.

Caso uma moto se desloque a 100 km/h, ela roda 27 metros a cada segundo. Mantendo a velocidade, o motociclista que for atingido pela luz de outro carro ou moto, ficará ofuscado e poderá alcançar até 60 metros sem enxergar nada direito.

Siga essas dicas para andar de moto durante a noite. Assim, diminuirá as chances de assaltos e acidentes que podem, não apenas envolver você, mas outras pessoas também.

O que achou deste post? Aproveite e faça seu comentário!

Adicionar comentário